segunda-feira, 10 de julho de 2017

UMA VEZ BANDIDO, SEMPRE BANDIDO

UMA VEZ BANDIDO, SEMPRE BANDIDO

         Circula nas redes uma conclamação do bandido terrorista e “multi” condenado, José Dirceu/PT, para que os mortadelas se unam para tomar novamente o poder.
         Sem se referir a nenhum tipo de golpe ou guerrilha, o “mentor intelectual” da roubalheira petista – que se fantasiava de consultor para receber milhões em propinas, mensalões e outros tipos de falcatruas – tenta, da prisão onde reside há algum tempo, comandar o levante dos ladrões em busca da chave do cofre.
         E conta como sempre, com a ajuda fundamental do “companheiro” de sempre, o repugnante ser vivo mais honesto do planeta.
         Pela lógica, o Zé Dirceu precisa mesmo de um “representante”, pois, nem a mãe dos seus filhos escapou de ser enganada por ele, que usou uma falsa identidade até para casar-se.
         Afinal, plagiando e adaptando o provérbio popular:
         Uma vez bandido, sempre bandido!
         A “ditadura” dos militares foi mesmo terrível: deixou este criminoso sair ileso, sem condenação alguma...

         Marcelo Aiquel – advogado (10/07/2017)

Nenhum comentário:

Postar um comentário