sábado, 5 de agosto de 2017

Polícia Federal confiscou manuscritos de Bendine sobre negócios de Lulinha

A coluna Expresso, Época de hoje, conta que durante a Operação Cobra, a Polícia Federal encontrou na casa do ex-presidente da Petrobras e Banco do Brasil Aldemir Bendine três folhas com anotações manuscritas referentes à Gamecorp, G4 e BR4. As empresas pertencem a Lulinha, filho mais velho do ex-presidente Lula. 

A Gamecorp já recebeu patrocínio do Banco do Brasil e tentou vender serviços à área de tecnologia quando Bendine era o chefe da instituição financeira. 

Bendine e Lulinha mantiveram encontros misteriosos no banco em São Paulo.

O filho de Lula, que ele mesmo considerou "o Pelé" dos negócios, é investigado pela PF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário