quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Em Porto Alegre, tecnologia inédita no Brasil vai tratar com precisão o câncer

Tecnologia inédita no Brasil para o tratamento do câncer entra em operação no Hospital Moinhos de Vento, Porto Alegre. Instituição gaúcha será a primeira a implantar o Sistema Calypso no país. Em agosto, o Hospital Moinhos de Vento inaugurou um dos centros de Oncologia mais modernos do Brasil. Com o novo Centro, a Unidade de Radioterapia e Radiocirurgia recebeu um acelerador linear com a plataforma TrueBeam.

Eis o principal diferencial do equipamento que entrará em funcionamento no dia 10 de janeiro no Centro de Oncologia do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre (RS):

- Monitorar os movimentos do tumor durante a radioterapia, aplicando com precisão uma alta dose de radiação poupando os tecidos saudáveis vizinhos ao câncer.

A iniciativa é pioneira no Brasil. A instituição gaúcha passará a operar a mesma tecnologia adotada em 17 dos 25 hospitais de referência no tratamento de doenças oncológicas nos Estados Unidos. O primeiro procedimento será realizado em um paciente com câncer de próstata.

O que diz o Coordenador da Unidade de Radioterapia e Radiocirurgia do Centro de Oncologia, Wilson de Almeida Junior 

 - Ao implantar o transponder torna-se possível orientar automaticamente o acelerador linear (TrueBeam) que fará a radioterapia. É como se tivéssemos um piloto automático que usa os implantes como referência. O tratamento é mais rápido, com menos efeitos colaterais e permite a entrega de uma dose mais concentrada de radioterapia. A Radioterapia é a técnica utilizada para eliminar ou impedir que as células de tumor aumentem. Ela pode ser usada em combinação com a quimioterapia ou outros recursos usados no tratamento de tumores.

Esta será a primeira vez no país em que o implante eletromagnético para orientar em tempo real o tratamento com radiação será utilizado em um paciente. 

CLIQUE AQUI para saber mais sobre a Calypso: https://www.youtube.com/watch?v=0QOa5OHUXdc . 

Nenhum comentário:

Postar um comentário